quinta-feira, 23 de setembro de 2010

FENG SHUI - PARTE I

Há um tempo estou querendo aplicar o Feng Shui na minha casa, mas não sou nenhuma especialista no assunto e sim mais uma curiosa.
Mas o que é, como aplicá-lo?
Existiam muitas dúvidas, e por se tratar de um assunto complexo, resolvi pesquisar um pouco a respeito.

O termo Feng Shui tem origem chinesa e significa Vento (Yang) e Água (Yin).
Essa corrente de pensamento iniciou-se a 4.000 anos e foi estruturada por mestres chineses que acreditavam que qualquer área, terreno ou edificação possui sua própria energia, e estará sujeita a “influência” do que a cerca, podendo assim gerar benefícios ou malefícios dependendo da energia obtida.
Para ter os benefícios acredita-se que situando corretamente móveis e objetos da melhor maneira possível favorecerá seus usuários.
O conhecimento dessas “influências” pode explicar fenômenos intuitivos que naturalmente temos, como um ambiente que nos faz sentir confortáveis, ou determinadas áreas que são muito ou pouco ocupadas, ou ainda moradores que estão eternamente adoentados.

O Feng Shui possui basicamente três objetivos:
1° - Preservar boas influências.
2° - Reduzir os efeitos negativos.
3° - Implementar “curas” que resultam em saúde e harmonia para os moradores, estimulando através das cores e posicionamento de objetos.

Atualmente existem três escolas:
1° - Escola da Forma - (Pertecente ao Feng Shui Tradicional Chinês) - A mais antiga, relaciona a circulação da energia com a representação de animais sagrados para os chineses, como o tigre, dragão, tartaruga, cobra e fênix.

2° - Escola da Bússola - (Pertecente ao Feng Shui Tradicional Chinês) - Aplica as teorias da Astrologia Oriental, Numerologia, além de instrumentos específicos como a Bússola.

3° - Escola do Chapéu Preto - (Utiliza o Baguá alinhando o Norte do Trabalho à porta principal) - Mais conhecida e utilizada. Consolidada à 20 anos no Ocidente com a vinda do mestre budista tântrico tibetano, Lin Yun, para os Estados Unidos. Leva em consideração a intuição do morador com a casa e objetos.
PS. (Com certeza é a escola que utilizarei na minha casa).

Com a utilização do Baguá é possível equilibrar no ambiente os cinco elementos da natureza, que devidamente combinados alteram as vibrações da edificação. Por conta disso deve-se saber dosá-los para não pecar no excesso ou na falta de algum elemento.

Fogo – Movimento, coragem e calor. Em excesso traz agressividade e intolerância. Ativado através de cores quentes, plantas com folhas pontiagudas e objetos em forma triangular como pirâmides. Cores – Vermelho e Púrpura. Flores – Gerânio, Bromélia e Begônia.

Terra – Equilíbrio, estabilidade, sabedoria e beleza. Em excesso pode antecipar problemas futuros. Ativado com móveis rústicos, objetos quadrados e peças de cerâmica como vasos e esculturas. Cores – Laranja, Amarelo e Marrom. Flores – Todas as amarelas.

Metal – Força, controle, discrição e comunicação. Em excesso atrai distribuição, perigo e tristeza. Ativado por objetos arredondados de mármore, vidro ou metal, como esculturas ou móveis de ferro. Cores – Branco e Prateado. Flor – Jasmim.

Água – Reflexão, compreensão e relaxamento. Em excesso ocasiona medo e nervosismo. Ativado por utensílios de formas sinuosas, quadros com motivos marítimos, aquário e fonte. Cores – Azul escuro e Preto. Flores – Plantas em vasos de vidro.

Madeira – Persistência, criatividade, versatilidade e crescimento interior. Em excesso dificulta a aceitação de críticas. Ativado com a utilização de tapetes de juta ou sisal, objetos de madeira e quadros de plantas e flores. Cor – Verde. Flores – Todas o representa.

2 comentários:

rosangela biandi disse...

Oi Cris meu nome é Rosangela, tbm sou muuito curiosa, adorei esse post sobre Feng Shui, desculpe a minha falta de cultura mas o que é um Baguá?
amei seu blog.
Bjos

Cris Badaui disse...

Oi Rosangela,
Primeiro obrigada e fico feliz que tenha gostado do post.
Então...
O bá gua é um instrumento usado para colocar o Feng Shui em prática.
Ou seja, ele é tipo uma "bússula" octogonal, onde você vai conseguir identificar cada área a ser trabalhada, no ambiente ou planta que será aplicado o Feng Shui.
Deu para entender?
Bjos
Cris

Postar um comentário